Pular para o conteúdo principal

Criação do Fórum Brasileiro de Design

Atenção: notícia exclusiva publicada em primeira mão pelo blog políticas de design

hoje, dia 28 de novembro de 2008, foi criado, no centro design rio, o fórum brasileiro de design, entidade que se propõe a congregar as associações profissionais e acadêmicas e os centros de promoção de design brasileiros, estabelecendo, pela primeira vez, uma consonância de propósitos e atuações de toda a comunidade de design brasileira.

o fórum brasileiro de design nasce da conclamação das associações reunidas durante a brazil design week, no sentido de se promover o alinhamento da atuação e de reivindicações, criando massa crítica e representatividade para se dialogar com o governo no planejamento e execução de políticas públicas de design e na realização coordenada de ações de promoção do design brasileiro. neste sentido, o fórum será um organismo supra-institucional, de representatividade conjunta de todas as associações e centros de promoção quando isto se fizer necessário. o fórum não pretende ser, em nenhuma hipótese, mais uma entidade para se somar às outras existentes, mas sim um espaço no qual todas as entidades se identifiquem e lutem em conjunto pelos ideais comuns da comunidade de designers brasileiros.

uma de suas primeiras atividades será a de dar suporte ao trabalho que já vem sendo feito pela comissão constituida anteriomente, dentro desse mesmo espírito, para cuidar da tramitação do projeto de regulamentação profissional. este projeto, com o apoio do fórum, ganha muito mais peso e representatividade.

estiveram presentes à reunião: daniel kraichete, do centro design rio; ernesto harsi, da adp - associação dos designers de produto; bruno lemgruber, da adg brasil - associação dos designers gráficos do brasil; gustavo gelli, da abedesign - associação brasileira de empresas de design; wagner alves, da adegraf - associação dos designers gráficos do distrito federal; luis werlan, da apdesign - associação dos profissionais de design do rio grande do sul; francisco martins, da firjan - federação das indústrias do rio de janeiro; luiz barros, do programa rio é design da secretaria de desenvolvimento econômico do estado do rio de janeiro; freddy van camp e gabriel patrocínio, ambos da esdi - escola superior de desenho industrial da uerj e do conselho consultivo de design da secretaria de desenvolvimento econômico do estado do rio de janeiro. além destas entidades, a scdesign - associação catarinense de design, não pode se fazer presente mas protocolou seu apoio à criação do fórum.

como próximos passos, está sendo redigido um manifesto, que será disponibilizado em breve, abrindo espaço para que outras associações e centros de promoção de design possam fazer parte da constituição inicial do fórum brasileiro de design. sua estruturação e funcionamento, bem como seu plano de metas, estão previstos para ser divulgados no início de 2009.

embora seja certo que ainda existe um caminho a trilhar, em busca de juntar ao grupo inicial se possível todas as associações brasileiras, acreditamos que para se buscar algum consenso é necessário antes de mais nada que nos unamos inicialmente por uma questão de bom senso!

Matéria publicada por Gabriel Patrocício em seu blog Políticas de Design, em 28-11-2008.

Postagens mais visitadas deste blog

Tabela Referencial de Valores da Adegraf 2016-2018

Está no ar a nova Tabela Referencial de Valores da Adegraf. Trabalho desenvolvido a muitas mãos, a Tabela deste ano está mais completa e muitos termos foram revistos e atualizados, visando sua melhor compreensão por parte do público, tanto dos profissionais que a utilizam quanto do mercado.
Esperamos que ela continue servindo de referência a todos e agradecemos o trabalho conjunto dos associados que ajudaram na realização deste projeto. Clique aqui para fazer o download ou copie e cole o link: http://media.wix.com/ugd/819e53_64a1447f6e234ee79612f012c49dd43e.pdf

Diretoria Adegraf


A Marca do Designer

Em 1986, após sua saída da Apple, Steve Jobs chamou Paul Rand – um dos mais influentes designers gráficos do século XX – para criar a marca de sua nova empresa, a NeXT. Desse projeto, Jobs tirou lições que, segundo ele, todo o designer, cliente ou empreendedor deveria considerar.
Nesta entrevista, ele contou como foi trabalhar com Paul Rand e o que aprendeu com o designer. 

Já nós, designers, podemos aprender com a postura profissional de Paul Rand, se posicionando como especialista para resolver o problema da empresa. Jobs o descreve como, “mais que um artista, um solucionador de problemas de negócios”.
Steve Jobs desejava que sua nova empresa tivesse um símbolo que fosse imediatamente associado à marca – algo que leva muito tempo e dinheiro para acontecer na mente do consumidor. Segundo ele, Rand encarou o projeto como um problema a ser resolvido, e não como um desafio artístico em si. 


"O significado de uma marca deriva da qualidade do que ela representa, e não o contrário.&qu…

O DESIGN E A CIDADE

Nesse meu percurso escrevendo sobre Brasília Cidade Criativa do Design, percebo ainda mais o quanto os acontecimentos são sazonais. São momentos de muitos eventos, e outros de pouca exposição. Dessa vez, temos muita promessa para o futuro, enquanto o aqui agora está por acontecer!
Semana passada houve importante encontro com a Adegraf e IESB, assim continuando a parceria estabelecida anteriormente com o convênio de desconto para associados Adegraf. 
Em 2019 está previsto em Brasília o "X Encontro Internacional de Políticas Públicas e Design", de 11 a 13 de setembro no Centro Universitário IESB; o último evento aconteceu em novembro de 2018 no Uruguay, organizado pela Red Latinoamericana de Políticas Públicas y Diseño, como momento de reflexão, colaboração, aprendizado, troca de experiências e impulsionamento de Políticas Públicas para o Design.
Políticas públicas de Design são importantíssimas e geram impacto positivo para o desenvolvimento econômico e social. 
Segundo Gabri…