13 de jun de 2011

Seja criativo!



















Com o objetivo de estimular o potencial criativo dos designers da cidade, o Sindigraf-DF, em parceria com a ADEGRAF, promovem um concurso de capas para o Refile, com o tema Indústria e Tecnologia Gráfica no DF. O concurso é gratuito e aberto a todos os profissionais do mercado gráfico, estudantes de design gráfico, publicidade e propaganda e artes plásticas do DF e entorno.

Para participar, os interessados deverão baixar o regulamento no site da ADEGRAF (www.adegraf.org.br.) ou do Sindigraf-DF (www.sindigrafdf.org.br), preencher e enviar a ficha de inscrição e demais documentos pedidos. 

De acordo com Eduardo Meneses, presidente da ADEGRAF, a proposta do concurso é aumentar a parceria entre as duas entidades. “Esperamos, com isso, estimular a comunidade criativa da cidade e aumentar a interatividade com esses profissionais, que tem uma função importante dentro das gráficas”, analisou.

Outro aspecto importante ressaltado por ele, refere-se à qualificação da mão de obra. “Atuamos em parceria com faculdades e cursos de formação de designers, que serão os futuros profissionais do mercado gráfico”, diz. Serão finalistas 12 capas, onde os seis primeiros lugares serão publicados na capa da revista Refile. Além disso, o primeiro colocado será tema de entrevista, que será publicada na revista Refile, nos sites da ADEGRAF e do Sindigraf-DF.

As capas serão escolhidas por uma comissão especializada, formada por integrantes da diretoria da ADEGRAF e do Sindigraf-DF. Para Ubirajara Alves Costa, vice-presidente de 
Comunicação e Marketing do Sindigraf-DF, o concurso aumentará a visibilidade do segmento gráfico, que solidifica a parceira com importante mercados. Segundo ele, os dois segmentos – gráficas e designers – são complementares e precisam estar bem alinhados para fortalecer o setor. “Essa ação demonstra a importância que atribuímos à formação de profissionais qualificados para a indústria gráficas do DF. Queremos, e precisamos,
de designers competentes e aptos a atenderem a nossa demanda. E sabemos o valor que a publicação de um trabalho desse porte representa para esses jovens”, afirma.


Baixe o regulamento e os arquivos no link abaixo:
Clique Aqui

3 de jun de 2011

FUNYL 8 anos... Participe!

Um de nossos parceiros está completando 8 anos de vida.
Veja o projeto bem legal que estão preparando.
Participe!

Palestra sobre Registro de Marcas

Ocorreu ontem (2/6) mais um evento ADEGRAF/IESB.

O tema Registro de Marcas e Patentes chamou a atenção do público. Participaram designers, estudantes, empresários e pessoas de diversas áreas do conhecimento, que desejavam mais informações sobre o assunto. Cerca de 90 pessoas estavam presentes, onde ocorreu uma excelente troca de informações sobre o tema. O palestrante disponibilizou um tempo para perguntas e respostas, onde os convidados puderam interagir e conhecer um pouco mais sobre o processo de registro de marcas e patentes.

Em junho, não teremos eventos marcados, mas a partir de agosto devemos retornar com o ciclo de palestras. Também estamos elaborando concursos e outras atividades, fique de olho no site da ADEGRAF!

Caso deseje participar e ainda não foi cadastrado, entre em contato.

Eduardo Meneses
Presidente da ADEGRAF


















1 de jun de 2011

Fique por dentro do Projeto de Regulamentação


Com a veiculação recente da apresentação no Congresso Nacional de um novo projeto de Lei de Regulamentação Profissional do Designer, foram publicadas inúmeras manifestações na internet versando sobre o processo de elaboração deste projeto. Grande parte delas fruto da desinformação, sobre os fatos, articulação, motivação e o processo que levaram a esta elaboração. Com o intuito de esclarecer alguns destes itens e na qualidade de um dos participantes deste último, elaboramos o texto que se segue com o intuito de esclarecer este processo, a grande dúvida de nossos colegas:

Em 2007 por iniciativa de alguns profissionais de design renomados, foi constituído um Comitê com o intuito de propor um novo projeto de lei que regulamentasse a profissão de Designer. O projeto anterior de 2003, que propunha a regulamentação do Desenhista Industrial, tinha sido arquivado pelo Congresso Nacional naquele ano, sem possibilidade de prosseguimento de tramitação. Este Comitê foi constituído de representantes das principais organizações profissionais atuantes no país como a ADG Brasil/SP, ADP/SP, Adegraf/DF, APDesign/RS, APD/PE, AEnd/BR além de representantes da PUC/PR, do IED/SP e da ESDI/UERJ.

Reuniu-se pela primeira vez nos dias 18 e 19 de maio de 2007 em São Paulo na sede da Escola Panamericana de Arte e Design, onde iniciou os trabalhos de elaboração do projeto de lei a ser encaminhado ao Congresso. Partimos de uma revisão de proposta, já realizada, pela ADG Brasil, a partir do projeto do PL nº 03515/89 – apresentado pelo então Dep. Maurílio Ferreira Lima - PMDB/PE. O PL  de 1989, regulamentava a profissão de Designer, por todos considerado o melhor já apresentado ao Congresso e arquivado por ocasião do impeachment do Pres. Collor. O comitê reuniu-se novamente, no mesmo local, em 15 e 16 de junho, e após intensas discussões foi fechada uma proposta definitiva de projeto de lei, que foi apresentado a cada uma das associações e aprovado por unanimidade. Pela primeira vez temos um projeto de consenso de regulamentação de nossa profissão.

Este projeto foi encaminhado ao Dep. Jorge Bittar – PT/RJ que se comprometeu a dar-lhe andamento. Foi feita por ele uma consulta à assessoria parlamentar do Congresso que reiterou a sumula existente, que rejeita a regulamentação de novas profissões, segundo instruções do Ministério do Trabalho. O projeto não teve andamento, pois o Dep. Bittar foi nomeado Secretário de Habitação da Prefeitura do Rio de Janeiro, não o reencaminhando a outro parlamentar.

Desde as eleições de 2010, membros deste comitê procuraram outros parlamentares que se dispusessem a reapresentar nosso projeto. Tivemos a concordância do Dep. Alessandro Molon – PT/RJ e do Dep. Jose Luiz de França Penna – PV/SP que foram abordados independentemente, por membros diferentes do nosso Comitê. No dia 18/05/2011 foi apresentado pelo Dep. Penna o PL nº 1391/2011 à Câmara dos Deputados e que nada mais é que o nosso projeto original, mencionado acima. É a primeira vez que temos um projeto em tramitação de consenso da classe, e que se devidamente trabalhado pode ser aprovado, finalmente.

Esta matéria é apenas encaminhada às Comissões de Justiça, de Educação e do Trabalho, onde tendo pareceres favoráveis é aprovada e encaminhada a sanção presidencial, passando ainda pelo Ministério do Trabalho, sem passar pelo plenário. Temos que acompanhar este andamento e pressionar nossos parlamentares a aprovar o projeto, bem como envidar esforços junto ao executivo afim de que ele não seja vetado, ao final, quando encaminhado a sanção.

Temos um caminho longo e difícil pela frente, já que há uma sumula contrária a novas regulamentações, há interpretações de que regulamentar é inconstitucional, há resistências do executivo a estes processos, mas por outro lado, nestes dois últimos governos diversas profissões conseguiram sua regulamentação com pressões e “Lobby” bem feitos. Estamos elaborando uma estratégia a ser seguida e necessitamos da colaboração e contribuição de todos neste processo. Nossas associações, por exemplo, precisam ser reforçadas e prestigiadas com a entrada de novos sócios, engrossando-se assim o numero de representados, fator crucial de pressão sobre a nossa classe política. Números sempre falam alto em termos políticos, como todos sabemos!

Esperamos que cada designer atuante deste pais possa contribuir para o êxito deste processo!
Nós designers o merecemos!!!

Leiam mais e cadastre-se para seguir a tramitação em:

Leia mais em:
e em:

Texto publicado no “Sinal" No. 402 de 30/05/2011