Pular para o conteúdo principal

Afinal, qual a importância de fazer parte de uma associação?


Tenho visto muitos colegas de profissão discutindo sobre estar ou não filiado à uma associação de classe. Geralmente perguntam: o que eu ganho com isso? Quais as vantagens? Porém, as associações não são necessariamente clubes de super vantagens, oferecendo bônus aos seus participantes. São entidades que buscam valorizar a sua profissão e investir nos seus associados. Acredito que seria melhor perguntar: como posso fortalecer minha associação? Ou… Como posso contribuir para melhorar a minha profissão?

Via de regra são entidades gerenciadas por voluntários, que disponibilizam parte do seu tempo em benefício dos outros associados. Penso que são pessoas que entenderam o poder da coletividade e desejam uma profissão reconhecida e valorizada.

As associações realizam eventos, aumentam as redes de relacionamentos entre profissionais, criam parcerias, etc. Em geral trabalham praticamente no vermelho, pois sobrevivem basicamente das suas anuidades. E essas anuidades são uma grande barreira para os designers, afinal, alguns acreditam que é um absurdo pagar cerca de R$ 150,00 a R$ 300,00 (POR ANO!). Mas quanto dá isso por mês? R$ 10,00? R$ 30,00? Com esses valores nem mesmo conseguem ter um local fixo para realizar reuniões, ter encontros entre os designers, etc. É muito pouco para representar nossa profissão e realizar os eventos que precisamos.

Essas entidades estão longe de serem perfeitas, é claro! Apesar disso, realizam muitos feitos que são importantes. Entre acertos e erros, carregam o peso de sonhar com dias melhores para a atividade... quase sozinhos.

Sou associado à ADEGRAF a mais de 10 anos, participei de diversas diretorias, fui presidente, vice-presidente, etc. É uma entidade que conquistou muitos feitos no Distrito Federal e até fora dele. Hoje sou apenas um colaborador, mas não deixo de contribuir porque entendo perfeitamente que nossa profissão seria mais sem graça e menos reconhecida.

Pra mim, associar-se à uma entidade dessas é acreditar que o design trasforma a vida das pessoas, desenvolve as empresas, cria produtos mais inteligentes, etc. Se você também acredita e ainda não faz parte de nenhuma delas ainda, aproveite e contribua de alguma forma, principalmente se associando. Basta pesquisar no Google e vai achar alguma que precisa da sua contribuição.

Eduardo Meneses (Designer Gráfico / Ex-presidente da ADEGRAF)

Postagens mais visitadas deste blog

Criação do Fórum Brasileiro de Design

Atenção: notícia exclusiva publicada em primeira mão pelo blog políticas de design hoje, dia 28 de novembro de 2008, foi criado, no centro design rio, o fórum brasileiro de design, entidade que se propõe a congregar as associações profissionais e acadêmicas e os centros de promoção de design brasileiros, estabelecendo, pela primeira vez, uma consonância de propósitos e atuações de toda a comunidade de design brasileira. o fórum brasileiro de design nasce da conclamação das associações reunidas durante a brazil design week, no sentido de se promover o alinhamento da atuação e de reivindicações, criando massa crítica e representatividade para se dialogar com o governo no planejamento e execução de políticas públicas de design e na realização coordenada de ações de promoção do design brasileiro. neste sentido, o fórum será um organismo supra-institucional, de representatividade conjunta de todas as associações e centros de promoção quando isto se fizer necessário. o fórum não pretende

Nova Tabela Referencial ADEGRAF 2013-2015

A nova Tabela Referencial da ADEGRAF está disponível para download! É uma importante ferramenta para os designers elaborarem os valores dos serviços de design. Acesso por ( Link ) e QRCode

BRASÍLIA CAPITAL DESIGN

O DESIGN E A CIDADE Nossa Brasília nasceu de um projeto inovador com a promessa de desenvolver o Centro do Brasil. A cidade de todos os brasileiros respira inovação e inspira criatividade!   Cidade Criativa da UNESCO* na área de Design, desde 2017,    este reconhecimento nos trouxe mais comprometimento em contribuir com a economia criativa, os direitos humanos, realizar eventos e exposições, deixando um legado consistente para a formação, inclusão e continuidade do titulo conquistado! Muita coisa boa já estava acontecendo nos últimos 5 anos, fizemos jus ao titulo! Há um ano tivemos aqui a 12ª Bienal de Design Gráfico, inédita em nossa cidade e ponto de partida para tantos excelentes eventos que acontecem atualmente, tais como, o Seminário Internacional de Economia Criativa (Brasília2060), Brasília Design Forum e o MAPA Design Brasília, bem como a 1ª Mostra Brasília Cidade Design, com diversas obras inspiradas em nossa capital, ícone do modernismo no Brasil. Há cada