Pular para o conteúdo principal

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA ADEGRAF DE 19 DE ABRIL DE 2018

Local: Auditório do Coworking Espaço 365 – 705 Norte
Pauta: Eleição 2018, Alteração do Estatuto e outros assuntos

Às 19h30 teve início, em segunda chamada (a primeira aconteceu às 19h00), a Assembleia Geral da Adegraf com a presença de 12 associados. O presidente, Wagner Alves, abriu a reunião apresentando as propostas de mudança do Estatuto, que propõe  reduzir os cargos de gestão e unificar os Conselhos Consultivo e de Ética, a fim de facilitar a administração da associação e estimular a maior participação dos associados. A associada Eneida Figueiredo também sugeriu que associado professor tenha direito a voto, sendo todas as propostas aprovadas por unanimidade pelos presentes.

Na sequência, falou-se da reunião que aconteceu essa semana na Secretaria de Turismo do DF com as associações de classe como a Adegraf, que está disposta a ouvir a comunidade, a fim de promover o Design na cidade. Já estão previstos dois eventos na capital, com a possibilidade de participação da associação: um Festival de Economia Criativa, que acontece em junho de 2018, para apresentar as ações realizadas por outras capitais criativas como Detroit, Curitiba e Buenos Aires, além das de Brasília; e um observatório de design e ações criativas no DF, espelhado nos moldes do observatório de economia criativa da UnB, coordenado pela Prof.ª Ana Claudia Maynardes, com participação ativa da Adegraf.



Além disso, já está confirmada a ida de um grupo de designers de produto do DF para apresentar seus trabalhos em uma feira de Nova Iorque, dos quais alguns deles se mostraram animados em saber da proximidade da Adegraf, que por sua vez se mostrou disposta em ajudá-los a criar uma associação de designers de produto ou até ampliar as habilitações de Design da associação a fim de abraçar outros profissionais – assunto que já foi discutido em outras oportunidades.

O presidente reforçou que essas são oportunidades únicas não só para integrar os profissionais de criatividade do DF, como para promover a valorização do Design antes que outros o façam, uma vez que a coordenação da Unesco já está cobrando do GDF quais foram as ações realizadas que justifiquem a manutenção do título Cidade Criativa do Design, conquistado em outubro de 2017, sob o risco de perdê-lo caso não seja apresentadas ações consistentes durante os 4 anos de avaliação.

Discutiu-se que essa parceria possibilita planejar viagens, trazer eventos já consolidados para a cidade - como Brazil Design Week, Pixel Show ou What Design Can Do, propor eventos concebidos localmente - como o Via Design, a realização de exposições físicas do Design local, a promoção de rodadas de negócios que facilitem o networking dos profissionais com os empresários locais, e até a criação de itens de Design que promovam a cidade cultural e turisticamente sem necessariamente ter relação com a arquitetura da cidade, tema majoritário do artesanato local. Entretanto, como as propostas precisam ser entregues na forma de projetos formalizados e estruturados pela entidade interessada, a Diretoria solicita a colaboração dos associados, seja apresentando ideias que possam ser formalizadas nessas ações, seja dando continuidade ao trabalho da associação.




Sobre a continuidade da Adegraf, visto que a eleição para nova diretoria precisa acontecer até final de junho deste ano, falou-se sobre a insatisfação dos atuais diretores com a falta de comprometimento dos associados e que é preciso estimular uma maior colaboração de todos, principalmente dos novos associados.

O vice-presidente, Carlos Eduardo Meneses, lembrou o quanto a Adegraf já conquistou, mesmo sendo uma associação pequena, mas que a renovação da Diretoria é importante para garantir a continuidade aos projetos atuais e propor novas ações mais eficazes que as pensadas até então. Ele lembrou os vários eventos promovidos pela associação, até mesmo gratuitos, onde a participação dos associados foi quase nula, às vezes até insuficiente para fechar o mínimo de participantes. O mesmo aconteceu com a possibilidade de convênio com o plano de saúde Amil, que não foi pra frente porque não conseguimos o número mínimo de 100 vidas para fechar a proposta. Questionou-se que a quantidade de associados pode interferir na formalização de parcerias substanciais, pois a representatividade foi fundamental para, por exemplo, fechar o convênio que fizemos com o Sebrae DF há alguns anos. Aliás, essa instituição já mostrou interesse em renovar a parceria onde os profissionais fornecem consultoria em Design para os empresários locais subsidiados por ela, mas tal proposta pode não acontecer caso a associação seja encerrada, uma possibilidade levantada pelos atuais diretores em função da falta de motivação dos associados.

A associada Angélica Lira questionou que a mesma coisa acontece em outras associações, mas que isso não pode desanimar o grupo, principalmente devido às conquistas da Adegraf ao longo dos anos. Atualmente, somos uma das poucas associações regionais de Design ainda em atividade, e sua representatividade vai além da Tabela Referencial de Valores, pois muitos órgãos governamentais nos procuram para ajudar na formulação de seus editais e termos de referência. Entretanto, para garantir essa continuidade, é preciso que haja maior participação dos associados, até porque a maioria dos membros da atual diretoria não irá participar da próxima eleição, embora os mesmos reforçassem que estarão sempre presentes e à disposição para ajudar a próxima diretoria no que for preciso em relação às ações em andamento.

Como alguns associados chegaram depois do início da Assembleia, foram rapidamente reapresentados os temas da mudança do Estatuto, novamente aprovada por unanimidade, da parceria com a Secretaria de Cultura em relação à promoção do Design local e sobre a renovação da Diretoria, e que os associados procurem ir se articulando para montar a(s) chapa(s) para a próxima eleição, principalmente porque alguns dos presentes já se mostram interessados em colaborar. Outro ponto importante levantado pelo Carlos Eduardo é que a Diretoria que assumir receberá uma associação no azul, que conta com auxílio de uma empresa de contabilidade competente e terá recursos para realizar uma gestão tranquila.



Finalizando a reunião, alguns associados falaram sobre a possibilidade de relançar o catálogo de associados, talvez em versão digital, mas ficou acordado que esse projeto, bem como a reformulação do site e outras ações como a reativação dos grupos de ação, poderão ser implementados pela próxima Diretoria. Foi avisado que a Adegraf abriu uma conta conjunta para os associados mostraram seus trabalhos no Behance, e que os associados utilizem mais os novos canais de interação Slack e WhatsApp.

Por fim, o Wagner encerrou a reunião avisando da nova parceria com o Espaço 365, onde os associados têm 25% de desconto nos planos mensais e serviços das instalações.

A assembleia encerrou-se às 20h55 e contou com a presença dos associados Aline da Silva Pereira, Angélica Lira, Sabrina Lopes, Priscilla C. da Paz, Eneida Figueiredo, Camila Koproski, Bruno Schurmann, Joaquim Olímpio, David Arantes, Mauricio Borges, Wanger Alves, Elzimar Cunha, Carlos Neri, Fernando Rabello, Carlos Eduardo M. S. Costa e David Soares Borges.

Secretaria Adegraf




Postagens mais visitadas deste blog

Criação do Fórum Brasileiro de Design

Atenção: notícia exclusiva publicada em primeira mão pelo blog políticas de design hoje, dia 28 de novembro de 2008, foi criado, no centro design rio, o fórum brasileiro de design, entidade que se propõe a congregar as associações profissionais e acadêmicas e os centros de promoção de design brasileiros, estabelecendo, pela primeira vez, uma consonância de propósitos e atuações de toda a comunidade de design brasileira. o fórum brasileiro de design nasce da conclamação das associações reunidas durante a brazil design week, no sentido de se promover o alinhamento da atuação e de reivindicações, criando massa crítica e representatividade para se dialogar com o governo no planejamento e execução de políticas públicas de design e na realização coordenada de ações de promoção do design brasileiro. neste sentido, o fórum será um organismo supra-institucional, de representatividade conjunta de todas as associações e centros de promoção quando isto se fizer necessário. o fórum não pretende

Nova Tabela Referencial ADEGRAF 2013-2015

A nova Tabela Referencial da ADEGRAF está disponível para download! É uma importante ferramenta para os designers elaborarem os valores dos serviços de design. Acesso por ( Link ) e QRCode

BRASÍLIA CAPITAL DESIGN

O DESIGN E A CIDADE Nossa Brasília nasceu de um projeto inovador com a promessa de desenvolver o Centro do Brasil. A cidade de todos os brasileiros respira inovação e inspira criatividade!   Cidade Criativa da UNESCO* na área de Design, desde 2017,    este reconhecimento nos trouxe mais comprometimento em contribuir com a economia criativa, os direitos humanos, realizar eventos e exposições, deixando um legado consistente para a formação, inclusão e continuidade do titulo conquistado! Muita coisa boa já estava acontecendo nos últimos 5 anos, fizemos jus ao titulo! Há um ano tivemos aqui a 12ª Bienal de Design Gráfico, inédita em nossa cidade e ponto de partida para tantos excelentes eventos que acontecem atualmente, tais como, o Seminário Internacional de Economia Criativa (Brasília2060), Brasília Design Forum e o MAPA Design Brasília, bem como a 1ª Mostra Brasília Cidade Design, com diversas obras inspiradas em nossa capital, ícone do modernismo no Brasil. Há cada