Pular para o conteúdo principal

Troféu para o 9º Prêmio Jorge Salim

A Associação dos Designers Gráficos do DF (Adegraf) elaborou um troféu inusitado para premiar os vencedores do 9º Prêmio Jorge Salim de Excelência Gráfica, que será entregue no dia 28 de março, no Clube do Exército, em Brasília (DF). Produzido em acrílico e metal, o troféu é interativo e foi desenvolvido pelo designer Daniel Perfeito Hesketh, diretor da Equilíbrio Design e vice-presidente da Adegraf. Há três anos, a associação tem a responsabilidade de criar o layout do troféu e do convite do prêmio promovido pelo Sindicato das Indústrias Gráficas do Distrito Federal(Sindigraf-DF) que, no nome, homenageia o pioneiro da Indústria Gráfica na capital federal.

O libanês Jorge Salim montou, em 1962, na cidade-satélite de Taguatinga, a extinta Artes Gráficas Regina. De acordo com Daniel Perfeito, que assina o troféu e o convite este ano, "a intenção foi criar algo novo, romper com as peças estáticas". O designer conta que, desde o conceito, buscava uma solução impactante, que explorasse a transparência e fosse capaz de permitir ao vencedor uma interação com seu prêmio. O resultado ficou curioso, intrigante nos elementos giratórios que guardam uma analogia com o processo gráfico da impressão off-set, o qual mantém um eterno charme no inconsciente dos profissionais da área, comenta o criador. Perfeito conta que o convite, produzido em papel metalizado, também segue a linha temática baseada nas
cores prata, com toques de ciano, magenta, amarelo e preto, como em detalhes do troféu.

O Sindigraf-DF registrou 275 trabalhos inscritos para a 9ª edição do prêmio de excelência gráfica. Dentre eles, apenas 36 receberão o troféu em suas respectivas categorias no dia 28. Todos os trabalhos foram produzidos por empresas do Distrito Federal e impressos entre 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2007, conforme o regulamento. Hoje, o Distrito Federal conta com 350 gráficas, das quais cerca de 200 associadas ao sindicato.

Fonte: Portal da Propaganda

Postagens mais visitadas deste blog

BRASÍLIA CAPITAL DESIGN

O DESIGN E A CIDADE

Nossa Brasília nasceu de um projeto inovador com a promessa de desenvolver o Centro do Brasil. A cidade de todos os brasileiros respira inovação e inspira criatividade!
Cidade Criativa da UNESCO* na área de Design, desde 2017,este reconhecimento nos trouxe mais comprometimento em contribuir com a economia criativa, os direitos humanos, realizar eventos e exposições, deixando um legado consistente para a formação, inclusão e continuidade do titulo conquistado!

Muita coisa boa já estava acontecendo nos últimos 5 anos, fizemos jus ao titulo!
Há um ano tivemos aqui a 12ª Bienal de Design Gráfico, inédita em nossa cidade e ponto de partida para tantos excelentes eventos que acontecem atualmente, tais como, o Seminário Internacional de Economia Criativa (Brasília2060), Brasília Design Forum e o MAPA Design Brasília, bem como a 1ª Mostra Brasília Cidade Design, com diversas obras inspiradas em nossa capital, ícone do modernismo no Brasil.
Há cada 4 anos a Unesco avalia e a…

Type Design Brasileiro na Bélgica: país bate seu recorde de participantes na conferência da ATypI

Presença da “delegação brasileira” confirma o crescente interesse pelo mercado, ensino e pesquisa em Tipografia no país. O mais importante evento do segmento contou com palestra do tipógrafo brasiliense Rafael Dietzsch.














A 62ª conferência anual da Association Typographique Internationale - ATypI aconteceu entre 11 e 15 de setembro na Antuérpia, cidade belga famosa pela sua tradição tipográfica, em especial pelo Museu Plantin-Moretus. O museu está localizado no prédio da gráfica Plantin Press, fundada no século XVI por Christoffel Plantijn e passada ao genro Jan Moretus após sua morte. Em excelente estado de conservação e uso, é considerado desde 2005 Patrimônio Mundial da UNESCO pela sua importância educacional, científica e cultural.

Com o tema Legacies (Legados), a ATypI 2018 teve em sua programação um dia de workshops (terça 11) por toda a cidade; um dia com duas sessões simultâneas de palestras com temáticas técnicas / de mercado e acadêmicas / experimentais (quarta 12); e três dia…

A Marca do Designer

Em 1986, após sua saída da Apple, Steve Jobs chamou Paul Rand – um dos mais influentes designers gráficos do século XX – para criar a marca de sua nova empresa, a NeXT. Desse projeto, Jobs tirou lições que, segundo ele, todo o designer, cliente ou empreendedor deveria considerar.
Nesta entrevista, ele contou como foi trabalhar com Paul Rand e o que aprendeu com o designer. 

Já nós, designers, podemos aprender com a postura profissional de Paul Rand, se posicionando como especialista para resolver o problema da empresa. Jobs o descreve como, “mais que um artista, um solucionador de problemas de negócios”.
Steve Jobs desejava que sua nova empresa tivesse um símbolo que fosse imediatamente associado à marca – algo que leva muito tempo e dinheiro para acontecer na mente do consumidor. Segundo ele, Rand encarou o projeto como um problema a ser resolvido, e não como um desafio artístico em si. 


"O significado de uma marca deriva da qualidade do que ela representa, e não o contrário.&qu…